sexta-feira, abril 29, 2011

A História do Burro


Um dia, o burro de um camponês caiu num poço. Não chegou a se ferir, mas não podia sair dali por conta própria. Por isso o animal chorou fortemente durante horas, enquanto o camponês pensava no que fazer.
Finalmente, o camponês tomou uma decisão cruel: concluiu que o burro já estava muito velho e que o poço já estava mesmo seco - precisaria ser tapado de alguma forma. Portanto, não valia a pena se esforçar para tirar o burro de dentro do poço. Ao contrário, chamou seus vizinhos para ajudá-lo a enterrar vivo o burro. Cada um deles pegou uma pá e começou a jogar terra dentro do poço.
O burro não tardou a se dar conta do que estavam fazendo com ele, e chorou desesperadamente. Porém, para surpresa de todos, o burro aquietou-se depois de umas quantas pás de terra que levou.
O camponês finalmente olhou para o fundo do poço e se surpreendeu com o que viu. A cada pá de terra que caía sobre suas costas o burro a sacudia, dando um passo sobre esta mesma terra que caía ao chão. Assim, em pouco tempo, todos viram como o burro conseguiu chegar até a boca do poço, passar por cima da borda e sair dali trotando.
A vida vai lhe jogar muita terra, todo o tipo de terra. Principalmente se você já estiver dentro de um poço. O segredo para sair do poço é sacudir a terra que se leva nas costas e dar um passo sobre ela. Cada um de nossos problemas é um degrau que nos conduz para cima. Podemos sair dos mais profundos buracos se não nos dermos por vencidos.
Use a terra que te jogam para seguir adiante!

Oração aos Arcanjos


Eu(fale seu nome) determino ao Universo que minha vida seja de fluidez e de Luz
Que os sete Arcanjos da presença possam estar junto de mim, me equilibrando, harmonizando e trazendo Luz e força para a minha vida.
Peço a Miguel que me defenda com sua força e que meus inimigos não possam me alcançar, que meu coração me alerte dos perigos e minha alma repouse em suas asas me trazendo força e equilíbrio para os momentos de turbulência.
Que Rafael me proteja em minha saúde e nos meus pensamentos, para que minha mente se encha de sabedoria e discernimento e eu possa aceitar aquilo que não posso mudar, que entre em minha vida um amor verdadeiro e leal, que minhas amizades sejam purificadas e fique na minha vida quem realmente faça parte.
Que Gabriel equilibre meus sentimentos e me ensine a força do perdão, que sua trombeta me anuncie coisas novas, abrindo caminhos entre as águas turbulentas, me arrebate em suas asas quando a traição se aproximar e que seus lírios sejam o anuncio das boas novas que estão entrando em minha vida.
Que Uriel me proteja com seu escudo e seu fogo sagrado, me abrindo o caminho da prosperidade, da materialidade. Grande Anjo do trono de Deus e Força Mágica esteja comigo no meu caminhar e me ensine o desapego e o poder que existe na renovação.
Que eu esteja protegido pelos quatro cantos, acima e abaixo, que os que me são queridos estejam sob suas asas e que os Sagrados seres de Luz estejam sempre comigo de dia e de noite me protegendo e guiando, intuindo e me dando sabedoria, amor, garra e coragem para trilhar a minha missão e um dia estar diante do Trono do Altíssimo.
Glórias e Louvores sejam dados a cada momento
Ao Santíssimo e digníssimo Sacramento (3X)

quinta-feira, abril 28, 2011

MENSAGEM DE MARIA - 28/04/2011

Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.
Meus filhos bem amados, eu os agradeço por seu acolhimento, aqui e em outros lugares.
Eu os agradeço por estarem presentes, juntos.
Recebam todas as Graças e todo o Amor que seu Coração espera e vive.
Eu venho a vocês para anunciar esse mês de maio que se apresenta e se abre a vocês dentro de poucos dias.
Durante esse mês, e desde os primeiros dias, um número importante e inédito de manifestações surgirá sobre a Terra e em seus Céus.
Os Anjos do Senhor, onipresentes na superfície desta Terra, vão desvendar-se, de maneira ainda mais importante, para a Consciência da humanidade.
Durante esse mês que vai se abrir, a Terra receberá uma quantidade de Luz como jamais existiu.
Então, durante todo esse mês, é-lhes solicitado permanecer em seu Coração e em sua Unidade, não ser desestabilizado por qualquer elemento que faça irrupção na superfície desse mundo.
Muitas coisas vão mudar durante esse mês.
Vocês serão as testemunhas privilegiadas, antes de tudo em seu Coração, porque o que acontecerá, de maneira visível e invisível, do exterior, será, antes de tudo, um bálsamo para seu Coração.
Apesar do que sua cabeça possa pensar, imaginar, lembrem-se de que o importante é seu Renascimento, sua Ressurreição.
Os momentos que nós construímos juntos e preparamos desde os Casamentos Celestes encontram, doravante, um cumprimento em seus Céus e sobre sua Terra.
Certo número de elementos surgirá, modificando a trama do tempo, modificando sua Consciência, modificando suas percepções.
O Som da Terra, de fato, levantou-se em alguns lugares da Terra.
Esse Som da Terra levantou-se também em vocês, para os mais próximos da Luz de vocês, por um Som inédito, por uma gama de sons que aparecem, cada vez mais frequentemente, percebidos por sua Alma e por seu Espírito, além de seus ouvidos.
Esse Som, de algum modo, prefigura o que eu já chamei, há agora quase dois anos, o Anúncio.
O Som da Terra e o Som do Céu vão difundir-se, generalizar-se em ainda mais lugares desta Terra.
Nós podemos dizer, assim como alguns de vocês o pressentem e o vivem já, que vocês estão, como disse o Arcanjo Miguel, na aurora de um dia novo, onde o conjunto de suas esperanças, de suas esperanças concernentes à Unidade, ao Amor e à Luz manifestar-se-ão e desabrocharão de maneira mais intensa, em vocês como na superfície desse mundo.
É tempo, portanto, de prepararem-se para acolher a Luz, para acolher o Cristo em vocês e no Céu.
Os dias que vêm são dias de Alegria, de grande Alegria, para aqueles que esperam e vivem já a Luz.
Durante esse mês que se abre, nós temos necessidade, e vocês têm necessidade, de estar ao mais próximo de sua Dimensão de Coração.
Que isso seja em seus espaços Interiores, a cada dia o Apelo da Luz tornar-se-á cada vez mais forte e é a vocês que cabe viver, inteiramente, essa Luz.
Cada dia desse mês que se abre verá uma aceleração temporal sem medida comum com o que a Terra pôde viver até o presente.
Isso concerne diretamente aos elementos.
Isso concerne diretamente à sua Consciência.
Isso concerne diretamente ao seu espaço.
Isso concerne a cada um de vocês.
Esses momentos assinalam a entrada desse mundo na última etapa de sua Revelação, de sua saída da Ilusão e de sua entrada na Eternidade.

Como lhes foi dito pelo Arcanjo Miguel, a Fusão dos Éteres realizou-se, a Luz Azul instala-se, permitindo o desvendamento e a revelação da Luz Branca, visível já por alguns de vocês, audível por alguns de vocês, conduzindo-os a modificar sua Consciência e a mudar os fundamentos, as percepções, com facilidade ou dificuldade, isso não tem qualquer importância, porque vocês sentem e percebem o que vem.
O Canto da Terra levantou-se.
O Canto do Céu abaixou-se até vocês.
As Cruzes de suas Estrelas despertaram.
Alguns de vocês, entre os mais avançados, iniciaram a própria Fusão das três Lareiras.
O conjunto de elementos e de eventos às suas portas assinala o retorno, inteiramente, da Unidade sobre esse mundo e nesse mundo.
Vocês são chamados para serem as testemunhas disso, os indicadores.
Vocês são as Sementes de Estrelas que iam desvendar, pelo que vocês são, a Luz, inteiramente, na superfície desse mundo.
Cada dia do mês que vai se abrir verá a instalação, real e efetiva, da nova Tri-Unidade que eu anunciei há alguns meses.
As manifestações Vibratórias, as percepções Vibratórias, as percepções de seus corpos vão tornar-se profundamente diferentes, conduzindo-os, como eu disse, a funcionar diferentemente e a estabelecer-se num novo estado.
Lembrem-se do que eu lhes disse: «nenhum ser humano poderá ignorar, sobre este planeta, o Som da Terra e o Som do Céu».
Eu repito, como o dissemos, uns e outros, não procurem a data, o dia ou a hora, mas saibam simplesmente que o mês de maio deste ano é um mês como a Terra jamais terá vivido desde muito tempo.
Não se demorem, se isso os desestabiliza, no que será visível sobre a Terra como no Céu, mas, bem mais, em sua qualidade de Coração, em sua capacidade para entrar em seu interior.
Quaisquer que sejam as manifestações dessa entrada no Interior de vocês mesmos, seja a Alegria inefável do Samadhi ou ainda um simples sono, aceitem, porque esses instantes são verdadeiramente instantes de Graça em que a Luz se estende.
Haverá sempre sobre esta Terra vozes para elevar-se e empregar palavras que nada têm a ver com a finalidade do que se produz.
Para parafrasear o que disse o Comandante dos Anciões, qual será o ponto de vista que vocês adotarão? Aquele da lagarta, aquele da borboleta?
Disso dependerá sua capacidade real para viver e para integrar a Luz para tornar-se, inteiramente, a Luz e a transparência.
Eu não venho, com isso, anunciar um elemento final para esta Dimensão, mas efetivamente sua transformação na fase final.
Os sinais serão, portanto, inumeráveis, bem mais do que aqueles que estiveram na escuta observaram sobre esta Terra desde o início deste ano, sem medida comum, se posso dizer, com o que foi observado até o presente.
Os Anjos do Senhor, em diferentes partes do mundo, vão desempenhar um papel considerável.
Acolham-nos, em Unidade e em Verdade, porque eles estão aí para vocês, para o conjunto da humanidade que responderá ao último Apelo da Luz, porque o Céu vai se abrir durante esse mês de maio.
De sua capacidade de acolhimento do que é a Luz se estendendo traduzir-se-á sua capacidade para viver isso na maior das facilidades ou em algumas formas de resistência e de confrontações.
Eu repito, nós contamos com sua Luz, com sua Presença, para o conjunto de seus Irmãos e de suas Irmãs, porque muitos deles não terão os meios de apreender, diferentemente do que com o olhar da lagarta, o que vem.
Etapas importantes desta finalildade serão vividas durante esse mês.
Haverá, efetivamente, um antes e um após esse mês, sem qualquer dúvida possível.
A intensidade de suas percepções, a intensidade de suas Vibrações deve conduzi-los a estar confiantes nesse desenvolvimento da Luz.
Nenhum elemento desta Terra, pertencente a esta Terra, conduzido pelos humanos, mesmo os mais ferozmente opostos ao retorno da Luz poderá opor-se de qualquer maneira a esse retorno.
A Terra decidiu fazê-los saber.
Nós, na Frota Intergaláctica dos Mundos Livres, acompanhamos simplesmente a decisão da Terra e a decisão de vocês.
Nós estamos aí, todos, para vocês, para acompanhá-los, mas lembrem-se de que nós não podemos, em momento algum, fazer o trabalho em seu lugar.
O momento chegou de instalar-se no Coração, em seu Ser, redefinir, de maneira formal, para esse mês, quais são suas prioridades as mais absolutas, qual será sua evolução para o período a vir para além desse mês.
Nós os convidamos, todos, a penetrar o Santuário de seu Coração.
Nós os convidamos, todos, a acolher Cristo de regresso nos Céus e nós os esperamos, a cada dia mais numerosos, nas esferas da leveza, da pureza, da Luz, da infância e da inocência.

Cabe apenas a vocês, qualquer que seja o que existe ainda em vocês hoje, aceder ao seu Céu e à sua Alegria.
Não existirá, durante este período do mês de maio, qualquer obstáculo que possa se ater, se vocês se abandonam à Luz.
Esse mês pode ser, de algum modo, chamado o Mês da Graça.
Alguns ali verão uma advertência, alguns ali verão uma esperança preenchida e outros ali verão coisas menos agradáveis.
Tudo dependerá de seu ponto de vista.
Tudo dependerá do estado de seu Coração e absolutamente de nada mais.
O mês de maio sempre foi marcado, durante os anos precedentes, por certo número de eventos Vibratórios prefigurando este mês de maio aqui.
A aceleração das fases da Luz, desde o início deste ano, está em perfeita sincronia com esta nova aceleração do mês de maio, que muitos de vocês, eu repito, pressentiram de diferentes maneiras.
Eu lhes pediria, quanto a mim, que nos reuníssemos novamente em 13 de maio, às 17 horas [hora francesa], em união e em Unidade, onde faremos, então, um ponto junto desses treze primeiros dias que terão então escoado.
A partir de amanhã o Arcanjo Miguel, durante seu espaço de alinhamento de 19h, virá fecundar seu Coração.
Ele será seguido, às 19h30, hora francesa de seu relógio, pela vinda do Anjo Metatron, vindo concluir seu ciclo de revelações. (ndr: as horas indicadas correspondem à hora francesa, no relógio. Atualmente a diferença de fuso é de cinco horas, portanto, no caso, será 12, 14 e 14h30, respectivamente, no horário de Brasília).
A única preparação a ser efetuada é aquela de seu Ser Interior, de seu Coração.
Sigam o que lhes pede a Luz porque, para cada um de vocês ela pede coisas diferentes.
Alguns de vocês imergirão, então, muito mais facilmente, na Alegria.
Outros mergulharão no sono mais facilmente e alguns de seus Irmãos e de suas Irmãs colocar-se-ão, então, as boas questões.
Para alguns de seus Irmãos e de suas Irmãs será nessa forma específica de evento que o próprio Coração voltar-se-á para a Luz.
Lembrem-se, também, de que vocês não têm nada a julgar, que vocês não têm nada a condenar, porque cada coisa, durante esse mês, estará estritamente em seu bom lugar.
Há apenas que facilitar esse lugar por sua qualidade de Irradiação, por sua qualidade de alinhamento.
É claro, as circunstâncias desse mês serão diferentes conforme os continentes, conforme os países, mas, globalmente, esse processo será difundido.
A hora chegou de mostrar seu Coração, não nas palavras, não nas atitudes, mas efetivamente em sua qualidade de Irradiação.
Vocês são todos convidados a viver isso, qualquer que seja a etapa em que vocês estão.
A intensidade da Luz será tal que, como eu o dizia, a Graça será onipresente, na condição de que vocês aceitem acolhê-la e vivê-la.
Minha intervenção desse dia é unicamente para pedir-lhes que se preparem Interiormente para viver momentos e instantes inéditos que se reproduzem quase a cada dia desse mês de maio.
Vão na Paz no caminho que é o seu.
Vão na Paz em suas ocupações.
Vão na Paz em suas relações, quaisquer que sejam porque, dessa capacidade para manter essa Paz viver-se-á facilmente sua integração de Luz, integração de Luz restituída pela ativação das Cruzes Mutáveis, como no ensinamento dado por UM AMIGO e, também, pelo que lhes será comunicado, nos dias a vir, concernente às Sementes de Estrelas.
Antes de dar-lhes encontro em 13 de maio, se existe em vocês presentes aqui interrogações concernentes ao que acabo de anunciar, então gostaria, se me é possível, ali aportar uma iluminação suplementar, se for necessário.
E eu os escuto.
Não temos perguntas, agradecemos.
Meus Filhos bem amados, Sementes de Estrelas e Sementes de Eternidade, eu lhes digo portanto, quanto a mim, até 13 de maio.
Que a Graça os acompanhe e minhas Bênçãos os acompanhem.
___________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo, se deseja divulgá-lo, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions/
Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com/

CÓDIGO de ÉTICA dos ÍNDIOS Norte-Americanos


Levante-se com o Sol para orar.
Ore sozinho. Ore com freqüência.
O GRANDE ESPÍRITO o escutará, se você ao menos, falar!


Seja TOLERANTE com aqueles que estão perdidos no caminho.
A ignorância, o convencimento, a raiva, o ciúme e a avareza, originam-se de uma alma perdida.
Ore para que eles reencontrem o caminho do Grande Espírito.
Procure conhecer-se, por si mesmo.

Não permita que outros façam seu caminho por você.
É sua estrada, e somente sua!
Outros podem andar ao seu lado, mas ninguém pode andar por você!


Trate os convidados em seu lar com muita consideração.
Sirva-os com o melhor alimento, a melhor cama e trate-os com respeito e honra.


Não tome o que não é seu.
Seja de uma pessoa, da comunidade, da natureza, ou da cultura.
Se não lhe foi dado, não é seu!


Respeite todas as coisas que foram colocadas sobre a Terra.
Sejam elas pessoas, plantas ou animais.
RESPEITE os pensamentos, desejos e palavras das pessoas.


Nunca interrompa os outros nem os ridicularize, nem rudemente os imite.
Permita a cada pessoa o direito da expressão pessoal.


Nunca fale dos outros de uma maneira má.
A energia negativa que você colocar para fora no Universo, voltará multiplicada para VOCÊ !


Todas as pessoas cometem erros.
E todos os erros podem ser perdoados!


Pensamentos maus causam doenças da mente, do corpo e do espírito.
Pratique o OTIMISMO !


A NATUREZA não é para nós, ela é uma parte de nós.
Toda a natureza faz parte da nossa FAMÍLIA TERRENAL.


As CRIANÇAS são as sementes do nosso futuro.
Plante amor nos seus corações e regue com sabedoria e lições da vida.
Quando forem crescidos, dê-lhes espaço para que continuem
CRESCENDO!


Evite machucar os corações das pessoas.
O veneno da dor causada a outros, retornará à você.


Seja sincero e verdadeiro em todas as situações.
A honestidade é o grande teste para a nossa herança do Universo.

Mantenha-se equilibrado. Seu corpo Espiritual, seu corpo Mental,
 seu corpo Emocional e seu corpo Físico,
 todos necessitam ser fortes, puros e saudáveis.


Trabalhe o seu corpo Físico para fortalecer o seu corpo Mental.
Enriqueça o seu corpo Espiritual para curar o seu corpo Emocional.


Tome decisões conscientes de como você será e como reagirá.
Seja responsável por suas próprias ações.


Respeite a privacidade e o espaço pessoal dos outros.
Não toque as propriedades pessoais de outras pessoas,
Especialmente objetos religiosos e sagrados.
Isto é proibido.


Comece sendo verdadeiro consigo mesmo.
Se você não puder nutrir e ajudar a si mesmo, você não poderá nutrir e ajudar os outros.


Respeite outras crenças religiosas.
Não force as suas crenças sobre os outros.


Compartilhe sua boa fortuna com os outros.
Participe com caridade.



CONSELHO INDÍGENA INTER-TRIBAL NORTE AMERICANO
Deste conselho participam as tribos: Cherokee Blackfoot, Cherokee, Lumbee Tribe, Comanche, Mohawk, Willow Cree, Plains Cree, Tuscarora, Sicangu Lakota Sioux, Crow (Montana), Northern Cheyenne (Montana)


E os HOMENS BRANCOS julgam-se mais civilizados e evoluídos que os ÍNDIOS !!!

PEQUENOS GESTOS ..


É curioso observar como a vida nos oferece resposta aos mais variados questionamentos do cotidiano... Vejamos:
A mais longa caminhada só é possível passo a passo...
O mais belo livro do mundo foi escrito letra por letra...
Os milênios se sucedem, segundo a segundo...
As mais violentas cachoeiras se formam de pequenas fontes...
A imponência do pinheiro e a beleza do ipê começaram ambas na simplicidade das sementes...
Não fosse a gota e não haveria chuvas...
O mais singelo ninho se fez de pequenos gravetos e a mais bela construção não se teria  efetuado senão a partir do primeiro tijolo...
As imensas dunas se compõem de minúsculos grãos de areia...
Como já refere o adágio popular, nos menores frascos se guardam as melhores fragrâncias...
É quase incrível imaginar que apenas sete notas musicais tenham dado vida à "Ave Maria", de Bach, e à "Aleluia", de Hendel...
O brilhantismo de Einstein e a ternura de Tereza de Calcutá tiveram que estagiar no período fetal e nem mesmo Jesus, expressão maior de Amor, dispensou a fragilidade do berço...
... Assim também o mundo de paz, de harmonia e de amor com que tanto sonhamos só será construído a partir de pequenos gestos de compreensão, solidariedade, respeito, ternura, fraternidade, benevolência, indulgência e perdão, dia a dia...
Ninguém pode mudar o mundo, mas podemos mudar uma pequena parcela dele:  esta parcela que chamamos de "Eu".
Não é fácil nem rápido...
Mas vale a pena tentar! (autor desconhecido)

O ESPECIALISTA


Um consultor, especialista em 'Gestão do Tempo', quis surpreender a platéia durante uma conferência. Tirou debaixo da mesa uma frasco grande, de boca larga. Colocou-o sobre a mesa, ao lado de uma pilha de pedras do tamanho de um punho, e perguntou:
"Quantas pedras vocês acham que cabem neste frasco?"
Após algumas conjecturas dos presentes, o consultor começou a colocar as pedras, ate encher o frasco. Perguntou, então:
"Está cheio?"
Todos olharam para o frasco e disseram que sim.
Em seguida, ele tirou um saco com pedrinhas bem pequenas debaixo da mesa. Colocou parte das pedrinhas dentro do frasco e agitou-o. As pedrinhas penetraram pelos espaços encontrados entre as pedras grandes.
O consultor sorriu, com ironia, e repetiu:
"Está cheio?"
Dessa vez, os ouvintes duvidaram: - "Talvez não...".
"Muito bem!" - exclamou o consultor, pousando sobre a mesa um saco com areia, que começou a despejar no frasco. A areia filtrava-se nos pequenos buracos deixados pelas pedras e pelas pedrinhas.
"Está cheio?" - perguntou de novo.
"Não!" - exclamaram os ouvintes.
Pegou, então, um jarro e começou a jogar água dentro do frasco, que absorvia a água, sem transbordar. Deu por encerrada a experiência e perguntou:
"Bom, o que acabamos de demonstrar?"
Um participante respondeu:
"Que não importa o quão cheia está a nossa agenda; se quisermos, sempre conseguiremos fazer com que caibam outros compromissos."
"Não!" - concluiu o especialista - "O que esta lição nos ensina é que, se não colocamos as PEDRAS GRANDES primeiro, nunca seremos capazes de colocá-las depois. E quais são as GRANDES PEDRAS nas nossas vidas?
São DEUS, os NOSSOS FILHOS, A PESSOA AMADA, OS AMIGOS, OS NOSSOS SONHOS, A NOSSA SAÚDE.
O resto é resto e encontrará o seu lugar..."


(Desconheço o autor)

O Lado Escuro da Lua

O BEIJO É O TOQUE DE DUAS BOCAS QUE SE CALAM,PARA OUVIR A VOZ DO CORAÇÃO!


O “Lado Escuro da Lua” tem muitas facetas de diferentes nuances; todas e cada uma delas devem ser vividas e experimentadas em profundos níveis de aceitação, porque a Deusa que vive em cada mulher deseja tornar-se uma Sacerdotisa da Grande Mãe.
Este “Caminho da Lua Escura”, é secreto e povoado dos mais altos mistérios masculinos, os quais precisam da “Luz da Mulher” para ser compreendidos intrínseca e totalmente.
É um caminho que está constituído de treze etapas, treze mistérios, representados por treze guerreiros que chegam à Luz em busca de Sabedoria e iniciação:
- O primeiro guerreiro, é O Guerreiro do Amor Inocente.
– O segundo guerreiro, é O Guerreiro do Amor Não Correspondido.
– O terceiro guerreiro, é O Guerreiro do Amor Fugaz do Primeiro Beijo.
- O quarto guerreiro, é O Guerreiro do Amor na Amizade.
- O quinto guerreiro, é O Guerreiro do Amor Tempestuoso.
- O sexto guerreiro, é O Guerreiro do Amor dos Sonhos.
- O sétimo guerreiro, é O Guerreiro do Amor na Busca.
– O oitavo guerreiro, é O Guerreiro do Amor no Encontro Real.
- O nono guerreiro, é O Guerreiro do Amor Imortal.
- O décimo guerreiro, é O Guerreiro do Amor Fraterno.
– O 11° guerreiro, é O Guerreiro do Amor das Almas Gêmeas
- O 12° guerreiro, é O Guerreiro do Amor como a Razão Mágica do Desejo.
- O 13° guerreiro, é O Guerreiro do Amor com a Outra Parte.
Cada etapa destas é pura compreensão, puro entendimento, pura vivencia; nenhuma delas deve ser confundida com a outra, pois umas são concretas e outras são abstratas.
Cada etapa é uma iniciação dupla, pois é a mesma tanto para o iniciado como para a iniciadora; sendo que nenhum dos dois tem conhecimento do processo pelo qual estão atravessando.
Disso tratam estas iniciações, dos processos do inconsciente que se desenvolvem em cada um dos involucrados, e do aprendizado que a experiencia implica para cada um deles.

Os Treze Guerreiros
A sétima etapa encerra um ciclo, que centraliza e divide o Lado Escuro da Lua em duas partes, que se completam e perfazem um todo harmônico.
A primeira etapa, a do Guerreiro o Amor Inocente,
A primeira fase trata dos 1° amores, simbolizando nossa entrada num mundo de seres divididos que procuram experimentar o encontro com a sua outra parte.
Estes amores, fluem de nossa inocência, e por esse motivo tanto nos trazem felicidade, como nos envolvem em tortuosas, e sofridas tramas de um destino que procuramos, mas que não é o nosso.
No entanto, a segunda fase nos conduz por estreitos caminhos e fortes sentimentos, que finalmente nos levarão ao nosso propósito primordial: encontrar a nossa outra parte.
Uma busca cheia de enlevos e doces momentos, que culminarão no maior desejo de todo ser humano: sentir-se completo de corpo, mente e alma, ao vivenciar a profunda experiência de Ser e estar no outro, em si mesmo, ao ser Um novamente, depois de eras e eras de separação.
Este encontro ainda que pode não ser definitivo, deixa profundas marcas naqueles que se ganharam a Graça do lembrar como é, existir eternamente no coração do outro.
E assim vamos construindo a senda do amor, alicerçados em nossas experiências, baseados num caminho que se renova a cada passo que damos, e que por isso é eterno como a própria Vida.

A primeira etapa, a do Guerreiro o Amor Inocente,
Desperta em ambos, na Deusa (mulher) e no Guerreiro (homem), a atração pelo sexo oposto; é o Amor platônico, o querer por querer, é aceitar o outro como fazendo parte central e total numa vida que antes era somente nossa.
A inocência deste Amor, é a chave desta etapa, representada pela ausência de expectativas, pelo não esperar nada, pois nada é preciso para viver este Amor, a não ser a existência do outro.

O Amor Inocente
Este é o amor que nos libera do egoísmo, pois não importa o ter ou não ao outro fisicamente; o único relevante é o sentimento que se apodera de nós e que nos ensina a olhar aos outros como parte integrante do nossas vidas.
É um sentimento gratuito, sem dependência e que não espera recompensa, um sentimento que somente procura ser em nós, para nos ensinar a não sofrer e nem fazer sofrer o outro.
O Mistério desta Iniciação é a aceitação pura da vontade do outro, que pode amar-nos a nós e a outros, sem que isso implique em uma aproximação física, pois na realidade o outro, é somente um prisma através do qual, o Amor Inocente pode expressar-se em nós.
Se este Mistério nos acompanha e não nos abandona, nos evitaremos a dor do “Caminho dos Espinhos”, ao longo de nossa vida, pois reconheceremos este Amor Inocente quando se faça presente novamente em nossa existência, sem confundi-lo com o Amor não Correspondido.
É muito importante compreender este Amor, pois é o único que traz paz à consciência, e mantem o equilíbrio mental quando este sentimento trata de uma relação proibida, e não podemos evitar o sentimento que surge de forma imprevista, quando o identificamos num olhar fugaz.
É uma doce emoção, que nos acompanha toda a vida, pois frequentemente nos encontramos amando por amar, sabendo de antemão que não resultará numa relação, seja pelo motivo que for.
Entretanto, poderemos amar e sonhar com qualquer pessoa, se fomos iniciados neste amor, pois saberemos que não é pecado amar assim, porque simplesmente estaremos amando o Amor, sabendo que esse ser humano é somente o foco do Amor Inocente, que se faz presente novamente em nossa existência, da forma mais doce e pura, a forma como amam as crianças, sem prejuízos nem dor para ninguém.


O Lado Escuro da Lua – 2
A segunda etapa, a do Guerreio do Amor Não Correspondido, é ambígua em si mesma, pois ela chega cheia de doçura e de amargura, de dor e de alivio, de caos e de paz.
Carga em si mesma o Amor Inocente, ainda que não é, pois contem a exigência da exclusividade do outro.
Ela vem acompanhada da duvida de sermos o escolhido/a do coração do outro ou não; tudo permanece nebuloso, numa mistura de ansiedade e aflição, de exigência e compromisso com os desejos do outro, que pode brincar com nossos sentimentos, quando percebe o que esta nos acontecendo.
É um amor dolorosamente estranho, alheio a nós mesmos, e ao mesmo tempo muito pessoal.
A chave desta etapa é a consciência do jogo de sedução, que instala-se entre ambos, e que pode escravizar-nos aos caprichos do outro, dando-lhe domínio sobre nossa vontade, a qual esta alicerçada na esperança da concretização futura da relação.
O Mistério desta Iniciação, é a aceitação consciente dos sentimentos de ambos, em sua dimensão exata e oposta.
Se este mistério é compreendido nos permitirá viver com liberdade o drama da sedução, porém com a vontade intacta para encerrá-lo quando assim o desejemos, pois entenderemos que não se fará concreto este amor, sem importar quanto tempo passe para que isso aconteça.


O Lado Escuro da Lua – 3
A terceira etapa, a do Guerreiro do Amor Fugaz do 1° Beijo,  é suave e doce como um entardecer de verão; é como navegar nas águas calmas de um regato.
É olhar e ser olhado, é desejar e ser desejado, é amar e ser amado.
A chave aqui, esta nos passos que culminarão na aproximação física.
Cada um desses passos é um risco certo que é preciso dar com coragem e valentia, abrindo-se em direção ao outro, chegando a ele cada vez mais e mais, até que os olhares se confundem e os lábios se encontram, transportando os dois a um mundo completamente novo e particular, de novas sensações.
O Mistério desta etapa está na união do emocional com o físico, que se fundem pela vontade de ambos, em saborear o magico instante em que dois se transformam em um.
A compreensão total deste Mistério, é nunca esquecer que o verdadeiro amor existe, que podemos estar em perfeita harmonia com o outro, em todos e cada um dos planos pelos quais andamos no decorrer de nossa existência.


O Lado Escuro da Lua – 4
A quarta etapa é a do Guerreiro do Amor na Amizade, difere do “Amor Não Correspondido”, pois aqui, o jogo da sedução não se apresenta.
Os dois sabem o que esta acontecendo pois foi declarado abertamente, e conscientemente decidido o não viver a relação, pelos motivos que afetem a ambos.
A chave desta etapa esta em preterir o amor, para salvar e manter intacta a amizade.
O Mistério desta Iniciação esta na permanência da relação-amizade, como algo gratificante e não doloroso.
É uma mistura de “Amor Inocente”, com “Amor Não Correspondido”, porém sem o negativismo e a dualidade que esta última implica.
O Legado desta Iniciação é aprender que os Amores são tesouros inestimáveis, que podem ser guardados eternamente em nossos corações, sem que isso nos perturbe.


O Lado Escuro da Lua – 5
A quinta etapa é a do Guerreiro do Amor Tempestuoso, e é sempre uma grande cruz para quem o vive, pois ele vem cheio de complicações, equívocos, caminhos contrários e cruzados, e jamais tem solução, ainda que se insista na relação, e se permaneça nela pelo resto da vida.
É um amor que vem de eras atraz, era procurando o equilíbrio entre dois pólos tão opostos, que nunca serão um só; jamais acontecerá a fusão destas duas almas, nem sequer na Reintegração Final.
É um amor amargo, cheio de dor e mal entendidos; é um amor sem esperanças, a não ser de que termine o mais rápido possível.
A chave deste Amor, está em apreender com a experiência, e não voltar a passar por ela novamente; pois o Mistério desta Iniciação, se compreendido nos ensinará que ainda que exista o Amor, nem sempre é possível conviver com o outro, pois ambos estão vivendo a Criação por prismas totalmente diversos, e não há necessidade de que seja de outra forma, nem agora nem depois.
Não há necessidade de futuro de algo plenamente passível de entendimento no presente, algo que certamente levaria ao aniquilamento físico de ambos, no caso de insistir nessa vivência, nessa realidade irreal.


O Lado Escuro da Lua – 6
A sexta etapa, ou a do Guerreiro do Amor dos Sonhos, é cheia de alegria e paixão pela Vida; é sentir-se plenamente realizado ao ter encontrado eco no coração do outro.
É voltar a ser adolescente, e sentir-se poderoso, dono do mundo, capaz de enfrentá-lo tudo somente com a alegria de estar vivo; é o fato de saber-se fazendo parte deste mundo até o final.
É um dos mais belos amores, e a chave dele, está no renascimento, na renovação total de nossa vontade de continuar o caminho em direção à Vida, ao Amor Transcendental.
O Mistério é a entrega total, de corpo mente e alma, unidos por um desejo ímpar, animados pela Paixão pela Vida mesma, que procura se expressar e o faz através da pura alegria de estar juntos.
Esta compreensão vai além de todos os medos, pois baseia-se no compartir o Todo em nós mesmos, no outro, e nada se iguala à felicidade da alegria compartida, à alegria das crianças perante a presença do Amor Inocente, à alegria do Amor Fugaz do adolescente.
Este Amor é a soma dos mais belos amores que os humanos podem experimentar. É a lembrança sempre eterna e presente da Força da Vida correndo por nossos corpos.


O Lado Escuro da Lua – 7
A sétima etapa, a do Guerreiro do Amor na Busca, chega com o selo da Liberdade; é o querer ir além das fronteiras que o mundo nos tem imposto.
A chave desta etapa está na compreensão de que se trata da busca porém não do encontro com a Liberdade, pois este é um caminho que leva a ela, mas que não é ela.
É uma tentativa de quebrar com as correntes das convenções sociais, das limitações que temos criado e que precisam ser derrubadas, para que nosso caminho se estenda além, de forma que possamos ampliar nossos horizontes.
O Mistério está em vermos as barreiras que temos criado e saber o momento exato de destrui-las, pois se feito prematuramente, ficaremos presos em meio aos escombros sem poder nos mover.
O legado, a compreensão que deixa esta iniciação é a aceitação de que podemos nos equivocar ao escolher um amor puramente físico, como veículo de transformação total.


O Lado Escuro da Lua – Parte 8
A Oitava etapa, a do Guerreiro do Amor no Encontro Real, é transcendental em si mesma, pois não deixa de surpreender-nos o fato de que alguém possa transmitir-nos a certeza de que somos amados.
O Mistério desta etapa é a constatação que nos traz a paz de uma relação adulta, que sabe, que entende, que confia plenamente na palavra do outro com base e com fundamento..
As duvidas não existem nesta etapa, que traz conforto para a alma, e nos enche de tranqüilidade; não existe
a ansiedade, pois a relação começa diretamente no Amor, sem ter passado antes pela fase da paixão pelo outro, com todo o negativismo que implica.
A chave, está em viver a relação de forma muito intensa, pois esta etapa transporta os envolvidos para além das fronteiras sociais, derrubando por terra com todas as convenções preestabelecidas.
Este encontro é real e concreto na dimensão do plano físico, do emocional e do mental.
O legado desta iniciação é que ela nos libera de todas as ataduras que possamos ter criado antes, conduzindo-nos por um caminho emocional verdadeiro e saudável.
Não se vive nesta etapa nem as brigas, nem os desencontros, nem nada negativo, pois sentimos nas profundidades de nosso ser, que estamos unidos ao outro, e que o outro esta unido a nós por um ato de vontade pura, que não admite nenhum tipo de negativismo.
Porém é uma etapa, e como tal deve ser deixada atrás, pelos motivos que sejam, pois temos que continuar na “Senda do Amor”, em direção à nosso objetivo primordial: o encontro com nossa “outra parte”.


O Lado Escuro da Lua – 9
A novena etapa é a do Guerreiro do Amor Imperecedouro, ou seja que não termina nunca, e que estende-se até o final da vida dos envolvidos, ainda que o sexo seja suprimido da relação, pois já não se trata de um amor puramente físico, mas sim de uma compreensão entre ambos, que vai além do plano terreno.
A chave desta etapa á a eternidade do sentimento que os une, e que não precisa de explicação para existir.
O Mistério desta Iniciação, o segredo que ela guarda, é a cumplicidade de um sentimento tão mágico e sagrado, que nada nem ninguém poderá impedir de que seja vivido plenamente.
Não se pode, nesta etapa desbordar os sentimentos em palavras, pois certamente olhos profanos não o entenderiam e o dessacralizariam tudo.
Isso significa que transformariam os sentimentos de ambos, numa suja historia de engano e traição.
Sentimentos que são mágicos porque estão permeados pela energia que move o Universo: o sexo, ainda que não a experimentem da forma como todos o fazem, e sagrados porque são a essência mesma que une os corações, e que não se detém, diante de nada, pois foi consagrada, antes do tempo do não-tempo.
Nesta etapa os dois encontram “Graça”, um perante o outro, porque ele faz brilhar a Luz da Mulher Nela, tornando-se assim ele, o Homem-Amor que a conquistou.
Desta forma podem regalar-se mutuamente a “Graça” do existir por toda a Eternidade, pois jamais um esquecerá do outro, nem nesta vida nem nas próximas existências, ao ter vivido uma relação, que por sua natureza, fará parte da Memoria Arcana da Humanidade, beneficiando a todos porigual, ao deixar registrado nos Arquivos Akashicos, a experiência do Amor Imperecedouro.


O Lado Escuro da Lua – 10
A décima etapa, é a do Guerreiro do Amor Fraterno, ela representa uma profunda conexão de alma; aqueles que a vivem sabem qual nome chamar na Noite Escura, e por isso nunca jamais, nenhum dos dois experimentará a solidão novamente.
Os afortunados que chegam nesta etapa, tornam-se almas irmãs, e compreendem o amor, por um prisma diferente, que não é o do casal, pois não se trata aqui do amor homen-mulher, mas sim do laço puro da amizade cristalina, que une e enlaça os seres por todo o sempre, fazendo com que seus corações vibrem na mesma tônica da Melodia Universal.
O Mistério desta Iniciação, é saber deixar-se levar por este sentimentofraterno, caminhando da mão da confiança plena no outro, permitindo que os corações falem entre si, sem a necessidade da presença do outro, porque o outro não somente nos escuta, como compreende perfeitamente nossas necessidades, nossa dor e nossas tristezas.
O legado desta etapa é sempre ter um nome para chamar em nossa Noite Escura: o Nome de nossa Alma Irmã. A chave desta iniciação, está em adquirir a certeza de que nem sequer a morte do corpo físico, poderá apagar a vivencia que os uniu.


O Lado Escuro da Lua – 11
A decima primeira etapa é a do Guerreiro das Almas Gêmeas; nela o amor não é o de nossas personalidades, mas sim o de nossas essências que acontece.
A chave desta etapa é saber que são elas que se apaixonam, e nos levam da mão pelos inefáveis sendeiros do Amor Transcendental, total e absoluto.
É uma experiencia ímpar, pois ela nem sempre tem explicação do motivo de estar acontecendo, sendo que a duração dela depende somente do tempo que as essências julgarem necessário, para o seu reencontro.
O Mistério desta iniciação, está no fato de que  apesar de não sermos nós que dirigimos a experiencia, isso não impede que ela seja muito profunda, e tão intensa que teremos a dádiva de viver o amor perfeito que vemos nos filmes, nas novelas, e nos contos de fadas, porém sem o ”e viveram felizes para sempre”, pois este amor está fadado a terminar, ou não poderíamos seguir nesta senda amorosa, que fatalmente nos levará ao encontro com nossa Outra Parte, objetivo do Caminho Espiritual.
Esta experiencia tem um objetivo definido, e as essências encerram a experiencia, que somente pode ser vivida através de almas gêmeas, -seres que em algum ponto de sua evolução decidiram evoluir juntos- quando vem que esse objetivo não será alcançado.
Este objetivo é enlaçar esta etapa com a nona, a do Guerreiro do Amor Imperecedouro, e viver a Magia Sagrada, tornando-se um discípulo dos Adeptos Maiores, que são seres espirituais, que nos iniciam nos Cinco Elementos, para que dessa forma possamos trabalhar nas mudanças necessárias para uma Era Nova de Paz y Amor.
É uma difícil tarefa, que muito poucos conseguem realizar, pois a pesar de simples e prazerosa a experiencia, é preciso um grau muito alto de desapego, a tudo o estabelecido em termos de sentimentos puramente terrenais, e ao mesmo tempo o Maior Amor, o Amor Maior, o Amor Incondicional, deve estar permanentemente presente no coração dos envolvidos.
Se o objetivo for atingido de forma satisfatória, -o enlace com a nona etapa- isto nos desviará do caminho dos Guerreiros, e permaneceremos servindo a Humanidade de outra forma, que não nos levará ao encontro com nossa Outra Parte, o que provavelmente se dará em outra existencia.
A prova de que não somos nós a nos apaixonarmos, mas sim nossas essências, é que quando elas decidirem encerrar a experiencia, – no caso de que enlace das etapas 11° e 9° nao aconteça- simplesmente deixaremos de gostar da pessoa como parceiro amoroso, sem nenhum tipo de sentimento negativo para nenhum dos envolvidos; um dia…simplesmente termina.
O legado desta Iniciação está em guardarmos em nosso coração, como se fosse um tesouro, a invaluável certeza de que podemos viver em harmonia total, de corpo, mente, alma e espírito (essência) o Amor Transcendental, descomunal, e fora do usual, com outro ser humano, enlaçando os mundos e os tempos, numa relação que se torna eterna enquanto dura a experiencia de nossas essências.


O Lado Escuro da Lua – 12
O décimo segundo guerreiro, é o Guerreiro do Amor como a Razão Mágica do Desejo.
Esta etapa vem acompanhada da inequívoca sensação, de estar vivenciando a energia que move o Universo de forma absolutamente mágica, pois ela se faz real e concreta em todos os planos, levando-nos a uma experiencia que enlaça todos os corpos e todas as dimensões de nosso Ser.
A chave aqui é se deixar levar e envolver completamente pelo mágico, pelo intangível, que se traduz na forma diferente de sentir o desejo, pois é ele que comanda a relação e não nós.
O Mistério desta iniciação está na descoberta de novas formas de viver o Sagrado no dia a dia, permitindo-nos desfrutar totalmente de cada momento, ao adquirir uma nova visão em relação ao outro e ao Amor Transcendental.
O Legado desta etapa está na descoberta da Magia Sagrada, que cada um e em seu próprio tempo, se permitirá experimentar.
Se compreendemos esta iniciação, teremos a certeza de estar vivendo cem anos adiante em nosso tempo, pois teremos adquirido a consciência plena do sentimento chamado Amor Maior, um sentimento baseado na entrega total e absoluta aos Poderes Maiores, que não conhece domínios, nem posses, pois está além dos limites conhecidos pelos humanos.
Isto nos proporcionará a oportunidade de experimentar a sensação da Eternidade em nós mesmos, ao compreendermos em nosso íntimo que a Vida vale a pena de ser vivida.


O Lado Escuro da Lua – 13
O Décimo Terceiro Guerreiro, é o Guerreiro do Amor com a Outra Parte
Esta etapa não é a soma das experiencias relacionadas aos outros Guerreiros do Lado Escuro da Lua, pois ela é totalmente única em seu conteúdo.
É considerada a última etapa, pois somente chegam a vivé-la aqueles seres que já desenvolveram consideravelmente sua espiritualidade, e este Caminho nos ensinou sobre os diferentes tipos de Amores e papeis que vivemos ao longo de nossa existência.
O Mistério deste Caminho trata de aceitar aquilo que é oposto a nós e vivê-lo através do outro em nossa vida.
Mas esta oposição deixa de sê-lo ao tornar-se o complemento exato do que somos e que nos falta, fazendo com que sejamos agraciados com a Plenitude.
A chave desta etapa é compreender que os opostos se atraem e se completam numa dança de vivencias e lembranças, enlaçando as dimensões de nosso ser e
O Mundo dos Ocultos, que se faz presente em nossa vida através de nossa Outra Parte.
Viver este amor, é receber a Quinta Iniciação nos Antigos Mistérios, ainda que não tenhamos consciência plena disso.

O Legado desta Iniciação é entender a evolução como um todo de muitas partes, que se procuram para realizar o propósito de seu existir.
É saber-se fazendo parte integrante e ativa do Grande Plano ideado pelo Criador, e saber que o Todo vive em nós através da rede de energias que entrelaça os seres e a evolução do Cosmos.
Um enlace que acontece através de uma troca permanente e dinâmica como a Força da Vida que é y que sempre será, mas que precisa que o Caminho dos Guerreiros do Lado Escuro da Lua seja vivido e compreendido, para que as coisas possam seguir seu curso segundo a Lei da Criação.
Desta forma encerramos o Caminho do Lado Escuro da Lua, mas que não termina aqui, pois estas etapas são somente o início de algo infinitamente maior, que espera nas sombras da inconsciência humana para ser trazido à luz.
E com esse conhecimento, através dele e com ele nos seja possível finalmente colocar as Rodas da Evolução em marcha, já que estamos vivendo o epicentro dos acontecimentos que darão origem à forma como será vivida a era nova, a Era do Aguateiro, ou Era de Aquário, como é conhecida atualmente.


FONTE: texto e pesquisa de:
Debora Rocco - uma Sacerdotisa da Deusa.
http://magiabruxa.com/categoria/ritos-de-passagem/




"Aproxima-te dos anjos e eles aproximar-se-ão de ti."
Epístola de Tiago

As forças da vida: saiba quais são as quatro fontes que nos alimentam


Por que estamos vivos? Que energia é essa que nos dá movimento, ação e força? Que força é essa que alimenta as nossas células e confere saúde aos nossos corpos?Se você fica algumas horas sem comer, surge a fome que é a necessidade de alimentar o corpo físico. Sem alimento, sem água não podemos sobreviver.
Se você fica muito tempo acordado, sem descanso, o sono pede para você dormir, recuperar a vitalidade do seu corpo, relaxar sua mente. Sem o benefício do sono, a mente fica em desequilíbrio, as emoções ficam desorganizadas, o relógio biológico se desajusta, o corpo perde as forças. Sem o sono periódico, não podemos viver.
Se você fica poucos minutos sem respirar, seu sangue e seu cérebro perdem a oxigenação e encontram dificuldades para exercer suas funções, por consequinte, todo o corpo padecerá por essa carência. Sem respirar não podemos viver. Essas são as principais fontes que alimentam a nossa vida, pois sem elas, simplesmente não existiríamos.
Quando o corpo se alimenta devidamente dessas fontes, a consciência pensante desabrocha de dentro do indivíduo, lhe conferindo carisma, discernimento, magnetismo, movimento e coordenação.
A falta de abastecimento por qualquer uma dessas fontes gera danos significativos ao organismo humano. Mas o corpo não é a consciência, portanto a consciência não é física, é etérica. Dizer que alguém morreu é o mesmo que dizer que sua consciência deixou seu corpo e não mais habita essa dimensão física.
Fica difícil para qualquer indivíduo, manifestar o máximo de seus potenciais, intelectuais, emocionais, sentimentais, espirituais, se ele não tiver com o corpo físico equilibradamente alimentado pelas três fontes.
Uma pessoa não poderá fazer uma longa viagem de carro, cruzando um grande território, se o motor desse veículo, os pneus e toda a estrutura mecânica, elétrica e eletrônica não estiver em pleno funcionamento. A pessoa também não poderá ir até o seu destino se ela não entrar dentro do carro. Esse é o papel da consciência de cada um, a condução do veículo. pois o veículo transporta a consciência.
Nosso corpo espiritual entra dentro do corpo físico assim como um líquido pode preencher uma garrafa. Da mesma forma, se a garrafa se quebra, o fluido que está dentro dela escorre para outro lugar. Esse lugar chamamos genericamente de plano espiritual, porque possui sintonia vibracional com o espírito - que é a própria consciência - isso quer dizer que não pode ser habitado por seres que ainda tenham o veículo carnal.
Quando somos levados para o processo de gestação, temos os nossos corpos físicos construídos gradativamente. Assim que as funções básicas são constituídas, temos nosso espírito atraído para esse receptáculo físico que vai sendo moldado lentamente, até que definitivamente entramos nele. Mais tarde, aparecemos como bebês na vida física para mais uma experiência terrestre.
Ao término do período de uma vida física, quando nosso veículo já não mais abriga a vitalidade de uma criança, perdemos o corpo denso "com prazo de validade vencido", e temos nosso espírito liberado para voltar ao plano espiritual, onde não necessitamos de corpo carnal para transitar. Nesse ambiente sutil, desapegados das rotinas materiais, expandimos nossas consciências, percebemos nossos erros da última vida material, assim planejamos uma nova experiência para retornar ao plano físico.
Embora tenhamos algumas fontes conhecidas como essenciais para manutenção da vida física, como as citadas anteriormente, uma vez que estamos vivendo em um corpo físico, precisamos ter discernimento, pensamentos, ações, intenções e magnetismo pessoal. Para isso, necessitamos que nossa consciência ou nosso espírito mantenha-se sempre energizado, porque senão seremos um carro desgovernado em uma auto-estrada. O que dá direção a esse veículo é a ligação com a força espiritual, que aqui chamamos de CONEXÃO.
Você até pode viver ilusoriamente sem conexão com a Fonte maior por algum tempo, até poderá sentir a energia do seu corpo físico fazendo você se movimentar e agir, mas se você não tiver um direcionamento ou uma bússola interior, os seus atos serão falhos e você viverá de forma mecânica.
A conexão espiritual abastece a energia do seu espírito, que é a sua consciência. Quando essa sua parte sutil absorve a vitalidade, ela é transmitida a todos os outros aspectos do se Eu, físico, mental e emocional. Portanto uma coisa afeta outra, um aspecto está ligado ao outro. Dentro dessa chamada alimentação espiritual temos a necessidade de alimentação pelo afeto.
Ninguém consegue viver em paz nesse mundo se não se sentir amado ou aceito entre os seus próximos. Queremos amor, queremos carinho, queremos colo, mas nem sempre solicitamos isso de forma direta. Nossos atos, nossas metas, nossos estilos de vida normalmente são voltados para a conquista de aceitação, reconhecimento e pela busca do amor dos demais, o que é normal quando desde que não se torne uma paranóia. Muitas pessoas, na busca incessante por essa energia da aceitação, do amor, acabam que se hipnotizando, portanto se fascinando na busca desenfreada desses sentimentos em outras pessoas. Nesse momento, se revela diante do indivíduo uma evidência óbvia: ele está buscando no próximo aquele sentimento que não encontra dentro dele! Podemos chamar esse evento de "falha de conexão".
Essa busca extrema só ocorre quando a pessoa encontra um vazio interior, que ela sem perceber decide preencher de forma equivocada. Sem consciência, ela fica viciada na busca por esses sentimentos e acaba paulatinamente tornando-se uma pessoa manipuladora, ciumenta, possessiva, vítima, egoísta. Mais uma demonstração da falta de conexão.
Uma pessoa conectada busca o amor do próximo, mas com liberdade, com leveza, sem cobranças, porque tudo deve fluir levemente. Ela não obriga ninguém a fazer nada, ela não cobra de ninguém uma ou outra atitude, mas ela recebe quando alguém tem amor, carinho e afeto para dar.Veja uma lista de simples práticas que podem ajudar muito:
- Aprenda a perdoar, mesmo que a outra parte não peça perdão. Entenda que a paz de espírito é o portal aberto para sua ligação com Deus. Pratique a gentileza em tudo que você fizer, seja solidário, mas não cobre que as outras pessoas sejam assim também, tenha paciência e ensine pelo exemplo;
- Mantenha o bom humor e harmonia emocional. Reze sempre, ao acordar, durante o dia, antes de dormir, mas saiba que prece mecânica não serve para nada;
- Medite e aprenda a serenar a mente. A cabeça agitada é um programa interno que nos mantém sempre desconectados de Deus. Jamais transfira a responsabilidade de ser feliz para outra pessoa.
- Expresse gratidão pela vida, por ser quem é, pelas pessoas ao seu lado e por tudo mais.
- Alimente-se equilibradamente na forma de alimentar-se das diversas fontes.


(por Bruno J. Gimenes - sintonia@luzdaserra.com.br)

Fonte: http://somostodosum.ig.com.br/clube/c.asp?id=25177

CÓDIGO DE PURIFICAÇÃO


Purificação
Antes de podermos nos curar, necessitamos primeiro de sermos verdadeiros conosco. A energia da purificação ira ajudá-lo a se perdoar por ter feito escolhas que não entendeu completamente nesse momento. A partir do momento em que esteja liberto de arrependimentos ou de pena de si próprio, pode começar a curar-se, e de seguida irá automaticamente curar todos à sua volta com amor radiante e incondicional.
Purifique-se!
À medida que a Terra se está a purificar com água, vento e chuva, também nós necessitamos de nos purificar para nos prepararmos para a nossa própria transição individual. À medida que a Terra se “magoa”, também nós precisamos perceber que talvez possamos sentir “dor” se tivermos a audácia de iniciar este processo de purificação. Livre-se de velhos hábitos, auto-denominados programas, que corremos no nosso dia-a-dia sem nos apercebermos disso.
Uma forma poderosa de o fazer é usando a Geometria Sagrada. A ciência já provou à muito tempo que os nossos corpos são sistemas geometricamente desenhados. O nosso subconsciente reconhece os símbolos complexos da Geometria Sagrada que têm sido usados desde tempos imemoriais. Apesar das nossas mentes conscientes não os entenderem, e mesmo achá-los estranhos, a Geometria Sagrada tem um efeito poderoso no nosso estado mental e também no nosso corpo físico.
Este código, chamado de Purificação, foi publicado com o único propósito de ajudar as pessoas com esta purificação.
Não tem direitos de autor! Por isso copie-o! Envie-o para o maior número possível de pessoas que conseguir (não ganha créditos extra por isso, nem desejos realizados, faça-o simplesmente)
Espalhe a Purificação por todo o mundo, incondicionalmente.

Quer ser feliz? Confronte-se com acolhimento



Temos tanto medo de nos confrontarmos com nossa realidade interior, que vivemos buscando respostas para nossos problemas e angústias fora de nós. Culpamos e julgamos todas as pessoas com quem convivemos, acreditamos que somos vítimas da má sorte e que Deus nos esqueceu, como uma forma de colocarmos em algum lugar externa, as responsabilidades por todas as nossas dificuldades e dissabores. Algumas vezes, em momentos de dor mais intensa, entramos em um processo de muito medo, e acabamos nos rendendo às evidências do desequilíbrio, e não vemos outra saída, a não ser buscar ajuda exterior.
Porém, quando finalmente nos encontramos diante de um profissional que possa nos ajudar a reencontrar o equilibrio, nossa intenção é no sentido de fazer com que ele acredite em nossa condição de vítima. Contamos nossa história, nossos dissabores, temores e angústias, mas o tempo todo estamos tentando fazer com que esse profissional nos dê uma fórmula mágica a qual fará com que nossos problemas se dissipem e, o que mais desejamos, é que ele nos mostre um meio de mantermos nossa vida, atitudes e personalidade do jeito exato em que se encontra, sem que precisemos mudar qualquer condição interna em nós. Nossa tentativa é no sentido de encontrarmos meios de sairmos da dor e do medo, reassumindo o controle, e meios de mudarmos as pessoas que "nos ferem e prejudicam", como se toda a culpa fosse delas.
Não queremos que ele nos faça sugestões de promovermos mudanças internas, mesmo porque não gostamos nada da idéia de que ele nos aponte os nossos erros, nossas atitudes incorretas, nossa responsabilidade dentro do que nos acontece. Quando ele faz esse papel, de nos mostrar aquilo que está oculto em nosso inconsciente e que não queremos ver, e de nos mostrar o que em nós precisa ser modificado para que nossa interação com as pessoas e circunstâncias possam ser mais equilibradas, nossa reação é de recusa e de negação. Nos fechamos de forma a impedir que o terapeuta nos mostre além daquilo que estamos dispostos a ouvir e conhecer a nosso respeito.
Nosso pensamento é: não vim aqui para ser acusado, mas para que ele me ajude a provar, a mim mesmo e a todos, que estou certo e que sou a parte injustiçada e prejudicada, portanto, não quero ser responsável por nada do que me ocorre, mas quero encontrar uma forma de me fortalecer para vencer os problemas e as pessoas envolvidas nele, e para que possa encontrar meios de provar a essas pessoas o quanto elas estão erradas e precisam mudar. Elas sim precisam mudar, pois estou certo e convicto de que meus pensamentos, sentimentos e atitudes estão perfeitamente corretos.
Enquanto o terapeuta nos mostra a responsabilidade dos outros e nos acolhe em nossas dores, nos entregamos ao processo, mas basta que ele passe a nos apontar nossos defeitos e negatividades que nos trancamos internamente, na tentativa de não deixarmos que ele nos invada.
É aqui que nos prejudicamos, pois nessa atitude teimosa, arrogante, prepotente e defensiva, estamos perdendo a oportunidade de voltarmos o olhar para dentro de nós, com humildade e honestidade, para encontrarmos com nossos verdadeiros "inimigos", aqueles que são os únicos responsáveis por nossos fracassos, dores e temores - nossos medos, crenças antigas, mecanismos de auto-sabotagem, ódio, instinto de vingança, arrogância, dentre muitos outros - os quais mantemos tão habilmente trancafiados em nosso inconsciente para que ninguém, nem mesmo nós, possamos descobrir e para que evitemos entrar em contato com a dura realidade: somente nós somos os responsáveis por tudo o que nos acontece.
Somos responsáveis quando manipulamos as pessoas; quando nos omitimos em determinadas situações que pedem um posicionamento firme; quando permitimos que as pessoas nos prejudiquem ao invés de interditá-las, e nos fazemos de vítimas; quando nos deixamos manipular e envolver por hábeis tiranos, mesmo tendo consciência dessa interação; quando abrimos mão de nosso poder pessoal, ao invés de mantermos as rédeas de nossa vida em nossas mãos.
Portanto, fica claro que quanto mais insistimos em nos colocarmos em posição de infelizes vítimas da vida, ao invés de nos voltarmos para dentro de nós na intenção de descobrirmos quem somos de verdade, mais estamos resistindo ao processo que nos levará a uma liberdade verdadeira, em que nos libertaremos dos grilhões que nós mesmos nos impusemos inconscientemente. Quando atravessamos a densa camada de nossa negatividade, com consciência e determinação, encontraremos, oculta por essa camada, nossa verdadeira identidade, nossa essência divina. Portanto, quanto mais mergulhamos em nós, mais de nossa Luz libertamos.
Quando resolvemos nos confrontar, a despeito de todo e qualquer aspecto negativo que venhamos a descobrir a nosso respeito, e se soubermos acolher cada um desses aspectos, com amorosidade e aceitação, somos finalmente capazes de encontrar a felicidade que buscamos.
Não existe outro caminho a não ser o do autoconhecimento. Mas se não estamos dispostos a ir até as profundezas de nosso inconsciente e tentarmos apenas olhar para a superfície dele, acreditando que com o conhecimento de meia dúzia de defeitos já será o bastante para nos libertarmos, nunca nos sentiremos seres íntegros e equilibrados. Se resistirmos e nos enganarmos, por preguiça, medo ou covardia - também devemos descobrir esta verdade oculta -, nosso Ego reassumirá o poder, e tentará, a todo custo, nos fazer acreditar que o caminho do autoconfronto é perigoso e que fará com que nos percamos de nós mesmos. Se nos perdermos, será do nosso próprio Ego, se sentirmos a sensação de confusão e de perda de identidade é porque estaremos nos desidentificando com nosso Ego, o que é ótimo, para que possamos ter a liberdade de descobrir nossa negatividade oculta, o que nos levará a descobrir nossa identidade Real.
Porém, poderemos nos equivocar e passarmos a nos identificar com nossos aspectos negativos, acreditando que somos essa parte horrível de nós. Era justamente pelo medo que tínhamos de descobrir essa realidade, que nos deixávamos guiar por nosso Ego, para que o mundo não viesse a descobrir o ser abominável que somos. Mas se perseverarmos, conseguiremos nos libertar novamente das garras do Ego manipulador e nos entregaremos novamente ao processo, que nos levará a descobrir tudo o que há de pior em nós, sem acreditarmos que somos esses aspectos negativos, mas que apenas os contemos. Conseguiremos compreender, que nossa negatividade é proveniente da mesma corrente de energia positiva, que faz parte da Luz de nosso Ser Real, a qual apenas se negativou, mas continua sendo luz.
Isto nos trará serenidade para passarmos a nos confrontar cada vez mais profundamente e, a cada descoberta de negatividade, saberemos que ela apenas faz parte de nós na dualidade e que não é nossa realidade final. E tudo de negativo que faz parte de nós na dualidade, deve ser acolhido e aceito, para ser "educado e orientado", para que encontre o caminho de volta à nossa luz, o caminho da reconversão e reintegração com nossa essência divina.
(
por Teresa Cristina Pascotto - crispascotto@hotmail.com)



Fonte: http://somostodosum.ig.com.br/clube/c.asp?id=25220

Deus Boa noite ...


DEUS Boa Noite!
Estou muito feliz ,mas muito feliz mesmo Senhor!
Pois realmente eu consegui com seu apoio!
Confiei na sua força e amor em minha Vida!
Tudo esta chegando na hora certa de que eu necessito!
Você realmente DEUS é o meu salvador!
Depois que o senhor me amparou com seu abraço:
Perdi meus medos,
só tenho agora sonhos bons,
a minha vida esta uma maravilha
e agora só tenho a agradecer, agradecer...
Organizei minha vida,
trabalho com os meus defeitos
mas sei que tenho qualidades,
sou uma pessoa honesta
e levo seus ensinamentos para todos!
Os meus problemas consigo resolvê-los,
graças a sua ajuda!
Obrigado SENHOR!
O caminho esta aberto
e o sinal verde ao meu SUCESSO!
Mandaste-me amigos maravilhosos!!!!!
Que benção.
SENHOR!
Meus amigos são felizes com a minha felicidade!
Abençoa-os!
E em todos os sentidos estou cada vez melhor!
Obrigado Senhor!
Aqui em casa a Harmonia esta completa,
rimos muito uns com os outros
e todos se respeitam e entendem-se mutuamente.
É um lar de amor!!
Hoje Senhor,
 dou graças a todas as maravilhas que ocorreram na minha VIDA!
Agradeço por poder trilhar o caminho da luz,
conduzida pelo seu amor!
Mas te peço uma coisinha: se ainda hoje eu me enraiveci,
 purifica meu espírito.
Perdoa os meus erros!
Neste momento irei perdoar todas as pessoas,
 que por ventura me magoaram!
Agora, Senhor,
peço permissão para repousar,
e no meu sono,
daí paz a minha alma e saúde ao meu corpo.
 E me dê confiança,sabedoria e coragem
 para futuras decisões que terei que tomar!
Abençoa minha família e amigos!
Obrigada!
Obrigada!
Muito boa noite, Senhor.
Vejo o Senhor em meus sonhos!...

 

ESTUDAR, SIM! MAS E O APLICAR E "SER"?



Ser consciente, realmente, requer muito estudo para se reconhecer como um “ser energético”, que faz parte do Plano Evolutivo. Porém, o grande trabalho (e este é árduo), é realizado no dia-a-dia, na revisão das atitudes, conceitos e padrões.
Ser consciente, deve ser a “aplicação” em cada segundo, das orientações que muitos, em muitas eras, nos deixaram, tais como: “meu pai tem muitas moradas”; “onde mais de um estiver em meu nome, eu lá estarei”; “todos somos frutos da mesma criação”; “muitos serão chamados, porém poucos serão escolhidos”, “conhece a ti mesmo e saberás a verdade” e etc..
Se formos, realmente, nos “olhar” e ao nosso redor, veremos muita pouca prática aplicada. Já que: nos fechamos em guetos, com o firme conceito de que os “outros guetos”, ou os que não fazem parte de nenhum, serão alijados do processo. Os valorosos e que merecem nosso amor e compaixão, são somente aqueles que “comungam” conosco e que também, serão os “escolhidos”...
Será, que só os que estão na mesma casa, igreja, seita, religião, grupo, ou canal de internet, são os escolhidos?... Os índios, ou os que vivem em lugares remotos (nos mais diversos cantos do planeta. Obs: só neste país, Brasil, há centenas destes “cantões”); aqueles que são desprovidos de luz elétrica, de condições materiais, ou de leitura (ex: como muitos idosos, deste e de muitos países) estão fadados e relegados ao “limbo”, ou “dimensões inferiores”?...
Nenhuma “semente”, brota em solo árido!... E a manutenção destes padrões de soberba e segregação, executados e vistos pela aparência; classe social; status e etc., transformam muitos solos férteis em terrenos arenosos ou pedregosos. E vários, que não fazem, e nunca fizeram, parte desta “dimensão” (apesar de encarnados), estão se entregando a este velho joguinho. Alguns, por medo da “solidão”, outros por acomodação...
Não temam enfrentar as “tempestades” que se anunciam no horizonte! Ela tende a nos fazer crescer.
Se querem verdadeiramente seguir o caminho evolutivo, se vejam como fazendo parte do Todo!
Que do Reino Vegetal, surge não só o alimento (vital a nossa sobrevivência), mas como também as substâncias, em diversos níveis (físico e energético) de cura dos “males humanos”.
Que do Reino Animal, vieram grandes ensinamentos, entre outras coisas, de: arquitetura e engenharia, além do amor verdadeiro (despretensioso).
Estes, cumprem o seu verdadeiro papel no processo Evolutivo, se doando integralmente, até em existência!
Qual de nós, não se julga e vê como “superior” a estes seres?
Seria até descabido, falar dos Reinos Mineral e Energético (elementais e afins)...
Se querem “brotar”, pulem do pedestal e não pensem que é “doando” algumas horas do seu tão repleto e atarefado dia, que isto se dará. A planta, está ali, simplesmente 24 horas por dia, inteiramente disponível! Fertilizem seus solos com atitudes e não com palavras bonitas ou modernas, que se perdem nos momentos e situações vividas.
A abelha e o besouro, polimizam as plantas, enquanto buscam seu alimento. Produzindo, desta forma, a manutenção das espécies. E você, reconhece a necessidade de outras espécies para a sua existência e os trata com o respeito e consideração que dá aos seus conviventes?
Que a Consciência Universal impere em sua jornada,

Arqueiro Hur

Oração do Silencio


Pai, que hoje eu possa fazer silêncio!
Que os maus pensamentos se calem
 e que meus ouvidos sejam surdos
para más palavras e malidicências.
Que meus olhos possam enxergar apenas o Bem
em todas as coisas por pior que elas pareçam.
Que meu ego se emudeça,
 e se afaste de julgamentos e condenações.
Que a minha alma se expanda
e tenha compaixão por todos os seres vivos.
Que em meu silêncio eu veja que há tempo
 para fazer prece pelos os que se foram.
Que eu consiga perceber cada
 recado Teu através da tuas criações.
Que compreenda que a Tua voz é a única
que sopra a verdade nas 24 horas dos meus dias.
Que eu ouça em cada minúsculo ser
a grandeza da Tua obra.
Que eu perceba nessa Grandeza
 o quanto és desprovido de orgulho.
Pai, que hoje eu possa fazer silêncio!
Que eu saiba calar na hora exata
e nessa hora lembrar-me de observar que
 na melodia da Vida, prevalece a Tua arte e,
que me meio a qualquer sonho,
Tu sempre soarás mais alto e jamais há de calar-Te.

AMÉM!






quarta-feira, abril 27, 2011

Nós e Laços, Paixão e Amor

Quando nascemos, o fio que nos ligava à origem mãe foi cortado. O primeiro nó é o umbigo, ônfalo, memoria da origem, nó cego, dado para estancar a ferida aberta da primeira e definitiva perda.

Quando Apolo divide os andróginos em dois, a mando de Zeus, o umbigo é deixado como registro da nossa condição de fendido, cortado, para nos lembrar da impossibilidade de completude, condição exclusiva dos deuses.
Incapazes de aceitar tal desamparo, cremos na possibilidade de religação, iludidos pela possibilidade da construção de um “nós”, pronome da 1a pessoa do plural. Tal busca se condena ao fracasso quando queremos fazer, da nossa relação com o outro, um nó.
Inseguros pela angústia da primeira perda, buscamos prender o outro e nos prender a ele, queremos que o “nós” esteja firme como um nó. Ilusão.
Com o outro, não fazemos nós; só podemos fazer laços. O nós com o outro é a ilusão da ligação definitiva, perene. Não existe. O nó só pode ser dado em si mesmo. É sempre cego, como a paixão. O amor, ao contrário, vê o outro, e reconhece que só há ligação se o outro também a deseja. Daí a fragilidade da relação amorosa: ela não depende só de mim.
Por isso, com o outro fazemos apenas laços, metáfora da precariedade de sua permanência.
O nó embola, o laço enfeita. O nó aprisiona, o laço respeita a liberdade. O nó nega o outro. O laço reconhece a necessidade de cativá-lo permanentemente. O nó representa a ilusão da reciprocidade da relação, o laço representa a unilateralidade do vínculo. O nó quer o nó do outro, quer nós. O laço não exige o abandono da singularidade.
Separar do outro não é desfazer o “nós”, nem desfazer nós. Separar é desfazer o laço. Dói mais quando acreditamos na paixão, ilusão do “nós”, porque depois do laço desfeito, ficamos com nossos nós para desembolar sozinhos. Sentimo-nos, literalmente, arrebentados, o que exige reconstruir o eu, que nunca deveria ter deixado de sê-lo, pessoa primeira do singular. Por isso, não podemos falar em nosso amor. O amor é unilateral, parte sempre do eu para o outro. O amor do outro, a ele lhe pertence. Se existe, não sei. Com sorte, podemos falar em nossos amores, que são dois.
Quando o outro parte, desfaz-se o laço, mas o meu amor permanece. Quando compreendemos que o amor é o encontro de duas singularidades, deixamos de temer os nós, pois este amor não prende, liberta. Já a paixão, ilusão do plural reunido em um pronome, é a projeção do eu que busca o nó consigo mesmo. A paixão é cega, o amor é pré-vidente. A paixão consome, o amor cuida.
Só amamos quando aceitamos a absoluta solidão do ser, quando reconhecemos que o outro não vai acabar com a falta que origina o nosso desejo. Amar exige aceitar a precariedade dos laços, reconhecer-se separado para ver-se ligado, conhecer seus limites para contemplar o outro. Amor é devoção, é manifestar a gratidão por quem te faz sentir ligado, quando na verdade somos sós. O amor é o presente de sentir que existe o laço com outro ser, quando na verdade vivemos o abismo do abandono diante do mistério da vida e da morte. Diante do milagre do amor, o outro é o altar onde eu celebro o mistério. Devo tocá-lo com o cuidado que o sagrado exige. Nossa união deve ter a delicadeza de um laço.




Roberto Patrus-Pena - Colunista de Plurale, colaborando com um artigo por mês sobre Sustentabilidade. É Pesquisador e professor do Mestrado e Doutorado em Administração da PUC Minas, filósofo, psicólogo e psicoterapeuta.


OS CÃES JULGAM O CARÁTER DAS PESSOAS

Os cães usam o tom de voz para escolher indivíduo mais gentil.

O labrador ao lado dá as costas para pessoa menos gentil e se aproxima da generosa.
O tom de voz tem um papel importante no "julgamento".
Os cachorros são muito bons em interpretar interações sociais entre as pessoas.
Essa foi a conclusão de Sarah Marshall-Pescini, da Universidade de Milão, na Itália, que testou a inteligência canina.
Os cientistas já sabiam que o melhor amigo do homem, fica de mau humor quando é tratado de forma injusta e que sabe quando está sendo observado.
Sabiam inclusive, que alguns cães até aprendem o significado de mais de mil palavras.
Mas o que não se sabia era que os cachorros conseguem tirar conclusões sobre o carater das pessoas simplesmente ao observar como elas tratam umas ás outras.
A informação foi revelada nesta quarta-feira (13) pela revista científica New Scientist.
Para mostrar como os cachorros são bons em "estudar" os humanos, Sarah e sua equipe fizeram os animais observar com que rapidez dois atores repartiam cereais e pedaços de salsicha com um mendigo que apareceu implorando por um pedaço. Depois que o mendigo foi enxotado com um gesto duro e um sonoro "Não" ou recebeu um petisco saboroso junto com algumas palavras amigáveis, os cachorros puderam escolher de qual ator queriam se aproximar.
Em dois terços das tentativas, os cachorros foram direto para a pessoa generosa.
E não se tratava de uma preferencia pela voz mais amigável.
Se o mendigo não estava presente e os cachorros não conseguiam distinguir quem era mais generoso, eles não tendiam mais a se aproximar do ator com voz gentil do que daquele que tinha uma voz mais dura.
No entanto , tudo indica que os cachorros usavam o tom de voz para julgar o carater porque, quando os atores usaram apenas gestos os cães tiveram muito mais dificuldade para escolher o mais gentil.
Os cientistas ficaram surpresos ao descobrir que a voz tinha mais impacto do que os gestos, explicou Sarah, acrescentando que até agora a maioria dos estudos sugeria que os cães eram mais observadores talentosos do que bons ouvintes. Afirmam ainda que as habilidades psicológicas dos cães foram desenvolvidas durante o processo de domesticação.




(Texto retirado da Rede Bichos publicado por Lale Rios)

Invocação ao Arcanjo Gabriel

(Ajuda concretizar milagres e é portador das boas notícias )


Gabriel, Arcanjo dos Anjos
Bendito é o seu amor
Que reflete a inteligência divina
Me faça carregar no coração
A justiça e a bondade do Pai
Que vosso poder
Amado Arcanjo Gabriel
Seja reconhecido por todos que me cercarem
Através do espírito de luz infinito resplandecente
Em vosso amor
Que me protege, me ilumina
E me faz compreender
Que nunca estou só
Arcanjo Gabriel
Que carrega o amor absoluto
Livrai meu corpo, minha alma
E meu coração de energias negativas
Que eu carregue a paz
E consiga propagar a fé e a coragem
Amém

Mensagem de Mãe Maria - SP-26-04-2011

Amados Filhos,



Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.
Só o amor leva a presença da luz em vosso planeta e em vossas vidas.
Ele é a chave para a transformação de vossos limites, para a purificação de vossas dores, para a manifestação de vossa plenitude.
Buscai, pois abrir vossos corações, para ouvir novamente a linguagem universal que o amor vos sussurra, devolvendo-vos todas as chaves, revelando-vos todos os caminhos, transformando toda escuridão de vossas vidas em luz.
O tempo da escuridão e da ignorância de vossas verdadeiras identidades chega ao fim.
Cada Filho da Terra recupera neste tempo sua verdadeira identidade, e com ela sua responsabilidade pelas tarefas que aceitaram concretizar quando encarnaram no mundo da ilusão.
É chegado o momento de agir em comunhão com vossas almas, recuperando a clareza que só a luz pode vos ofertar, seguindo vossos caminhos com passos decididos, reconhecendo e aceitando todos os desafios, demonstrando através de vossas condutas que sois parte do “todo” e, como tal, sois responsáveis por corrigirdes todos os equívocos que levaram a humanidade, e vosso planeta, a experenciar o gosto amargo da mais densa escuridão.
Graças ao esforço de muitos, abriu-se, finalmente, uma brecha nessa escuridão, e a face da luz foi revelada novamente aos Filhos da Terra.
Com a entrada da luz o caminho se tornou menos escuro, e a vida principiou a fazer sentido para todos vós habitantes da Mãe Terra.
Aproveitai, pois essa oportunidade de sair definitivamente da escuridão, que trouxe a todos vós o caos em todas as áreas de vossas vidas.
Olhai ao vosso redor, para buscar exercitar a solidariedade que fortalece a fé e a determinação que vos ajuda a limpar o entorno, para que a luz penetre sempre e preencha todos os espaços, e possa iluminar os puros de coração que finalmente se identificam como irmãos verdadeiros, eis que filhos do mesmo Pai.
Não há esperança para aqueles de vós que não perseveram, que não assumem a responsabilidade por seus equívocos, que buscam sempre encontrar um responsável por suas mazelas; estes continuarão na escuridão, vivendo a incerteza do passo a dar, da atitude a tomar, deixando que o egoísmo seja sempre o empecilho que impede o ato sagrado de “estender a mão”.
Quem compartilha recebe!
Essa é a verdade que vos leva a exercitar a solidariedade como ferramenta para crescer.
Só é solidário aquele que reencontrou o amor em seus corações, aquele que reconhece na misericórdia divina uma oportunidade ímpar para transformar suas impurezas e, assim, revelar sua verdadeira face, aquela face que é o espelho das faces de todos os seus irmãos, e que se somam para iluminar esse planeta que habitais tornando-o, novamente, o paraíso onde todos são iguais.
O reconhecimento da igualdade do que sois é a estrada da humildade, que necessita ser trilhada neste tempo, para que vossas missões se completem e a plenitude volte a reinar em vossas vidas em todo o seu esplendor.
Humildes são aqueles que reconhecem e expressam total gratidão a tudo que recebem, mantendo a consciência de que tudo que existe vem do Pai, e sempre chega como o resultado de um trabalho exercitado com amor e compreensão.
Dar e receber, essa é a fórmula mágica de suprir todas as vossas necessidades.
É hora de compreender que enquanto não vos despojardes do sentimento egoísta de que tendes sempre que receber primeiro antes de dar, nunca conseguires serdes prósperos e felizes.
É preciso, pois que possais reaprender que é compartilhando, e só compartilhando, que podeis recuperar o direito divino de receber.
Essa é a Lei do Criador, imutável e eterna.
Compartilhar o que a vida já vos ofertou amados, compartilhar para que possais receber o que vos falta, para que possais afirmar: Sou um Ser Pleno e nada me falta; pelo caminho do amor recuperei a minha identidade divina e com ela o Amor do Pai, e, no amor continuo exercitando o meu aprendizado, galgando degrau a degrau a escada que me leva a Redenção.
Bem amados, que vossas orações sejam o instrumento para inundar vosso planeta de amor, para que ele possa ser absorvido por vossa Mãe Terra e todos os seus filhos, para que o amor possa ser o instrumento a revelar a igualdade de todos os povos e nações, e que essa igualdade se estenda a todos os reinos, em todas as dimensões, para que a completude resplandeça em vossas vidas e na vida de todos os seres.
Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos e envolvendo a todos no meu manto de proteção, porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.


SP-26-04-2011
Mensagem de Mãe Maria-06-2011 canalizada por Jane M. Ribeiro

http://br.groups.yahoo.com/group/maemaria/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...