sábado, março 30, 2013

Reflexão


Mesmo diante da noite mais escura,
podemos acender um fósforo e iluminar a rua.
Diante da dor mais profunda,
 podemos confortar com um gesto, uma palavra.
Perto do fim, podemos encontrar o nosso começo,
e onde tudo parecer impossível,
nos resta o encontro Divino com a fé,
onde Deus que habita em nós responde:
Filho, Eu estou aqui!
Eu sou o amor!
Que o amor seja a sua primeira escolha.

Fonte: http://espiritualidade-nocaminhodaluz.blogspot.com/2011/06/reflexao_04.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+NoCaminhoDaLuz+%28NO+CAMINHO+DA+LUZ%21%29

A loba - Alcione

Torne-se um lago


Um velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d'água e bebesse.
- "Qual é o gosto?" perguntou o Mestre.
- "Ruim " disse o aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.
Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago, então o velho disse:
- "Beba um pouco dessa água". Enquanto a água escorria do queixo do jovem, o Mestre perguntou:
- "Qual é o gosto?"
- "Bom!" disse o rapaz.
- Você sente gosto do "sal" perguntou o Mestre?
- "Não" disse o jovem.
O Mestre então sentou ao lado do jovem, pegou sua mão e disse:
- A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende aonde a colocamos. Então quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido das coisas. Deixe de ser um copo.
Torne-se um lago...



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...